replica handbags Fifa 15 coins| Fifa 15 coins| Fifa 15 coins| Fifa 15 coins| Fifa 15 coins| Fifa 15 coins| Fifa 15 coins|

Início / Artigos / Viajar... A importância do cliente da terceira idade para o turismo

Viajar... A importância do cliente da terceira idade para o turismo

Hoje vou falar um pouco de turismo, tentando mostrar aqui a importância dos clientes da terceira idade, para este segmento de mercado.

Gostaria, antes de tudo, de esclarecer que ao falar de turistas da terceira idade estou me referindo às pessoas com mais de 60 anos, que viajam em grupos (grandes ou pequenos), sozinho ou com o companheiro(a). Todos são turistas, desde os que se hospedam em hotéis simples, que viajam em ônibus de linha e que no destino utilizam transporte público até aquele que viaja de avião, na primeira classe, ficam em luxuosos hotéis e fazem suas refeições nos restaurantes mais caros. Todos pagam pelos serviços e compram produtos, de acordo com sua disponibilidade financeira.

Retomando o assunto! A chamada alta temporada, é aquela que coincide com o período de férias, é a alegria dos comerciantes e prestadores de serviço, isso porque não faltam clientes.... as agências de viagens programam e enviam clientes para os diversos destinos, lá os restaurantes e hotéis ficam lotados, as lojas vendem como nunca, os taxis levam e trazem as pessoas para todos os cantos, as atrações turísticas ficam cheias de gente (que pagam ingresso na maioria dos casos), os souvenirs são vendidos como pipoca na porta do cinema, enfim...... é só alegria!!!

O que falei acima são aspectos básicos, visíveis e que são até óbvios. Minha intensão, no entanto, é dar atenção àquilo que não é visível tornando assim mais fácil entender a importância dos turistas no mercado de uma cidade.

Vamos à alguns exemplos....mais hóspedes precisam de mais funcionários para atende-los e demanda maior serviço para a padaria, que fornece pão para o hotel, o que significa mais emprego também neste estabelecimento. E a loja de artesanato então, você já pensou quantas pessoas estão envolvidas na produção dos produtos que lá são vendidos? Quantos artesãos aumentam seu ganho porque as encomendas crescem? Enquanto isso o dono da papelaria está feliz da vida! Vendendo mais papel para embrulhar tudo que a loja de artesanato está vendendo....haja papel e durex®. Os taxis rodam mais e gastam mais combustível, o que aumenta o movimento nos postos que por sua vez empregam mais, também indiretamente, pois alguém tem que abastecer o posto!

É nesta época que o prefeito "é só sorrisos" pois os turistas estão deixando dinheiro na economia local, há menos desemprego e um belo crescimento na arrecadação de impostos.

Passados os meses de euforia vem a temida baixa temporada..... Os hotéis ficam mais vazios, os restaurantes servem poucas refeições e as lojas tem seu movimento muito reduzido. Os artesãos não recebem mais tantas encomendas e as vendedoras, que vivem de comissão, como se viram nestes meses? O taxista fica no ponto, esperando os poucos turistas, e saiba, em algumas cidades estes poucos são poucos mesmo, quase inexistentes! É justamente por isso que os preços cobrados nesta época são mais baixos, uma forma de atrair os clientes.

Eis que surge então "uma luz no fim do túnel" os turistas que podem ser a salvação deste período tão pacato. A turma da terceira idade!!!

Vejam só. Na sua maioria são aposentados, então não possuem entraves com as datas para viajar e preferem períodos mais tranquilos. Quando possuem filhos... a esta altura do campeonato eles já estão criados e não precisam mais da presença dos pais em casa. Gostam, e muito, de souvenirs e de comprar presentinhos. Costumam ter mais cuidado com o ambiente e no hotel não dão trabalho! Não fazem bagunça, pois são mais tranquilos....mas adoram levar um "shampoozinho" de lembrança!! E melhor, planejam suas viagens de acordo com suas possibilidades financeiras e de modo que possam fazer mais de uma viagem por ano. Há um grande número que prefere viagens mais curtas, para poder viajar quase todos os meses.

Mas, o mais importante é que: assim como as demais pessoas, os idosos também precisam dormir, comer e circular, uma alegria para o hotel que esta quase vazio, o taxista que esta parado e o restaurante que serve poucas refeições.!!! E a lojinha então? Pode voltar a fazer suas encomendas para os artesãos.

É por tudo isso que concluo dizendo que, ao mesmo tempo em que há um grande número de turistas da terceira idade a ser conquistado os quais podem amenizar os efeitos da baixa temporada, o que se vê é a falta de interesse dos empresários e poder público em atrair e cativar estes clientes.

Digo isso pois é perceptível que o mercado não está preparado para recebê-los. As pessoas esquecem que, devido a idade, as pessoas com mais de 60 anos possuem características físicas específicas da idade, necessidades próprias e merecem ser bem atendidas e respeitadas.

É preciso que as prefeituras se conscientizem que o fluxo de turistas da terceira idade pode aumentar na medida em que ações práticas (não só projetos no papel) sejam tomadas, com a finalidade de adequar a cidade e seus cidadãos, para receber este visitante. Os gestores de hotéis e restaurantes precisam treinar suas equipes e, se necessário, adequar seus serviços, estrutura e forma de trabalho. As lojas também podem melhorar o atendimento a este público e consequentemente vender mais.

Como forma de exemplificar o despreparo do mercado para receber clientes da terceira idade, cito um fato que ocorreu comigo:
Em uma pesquisa para levantamento de estabelecimentos que possuíam estrutura preparada para receber idosos, uma recepcionista, de um determinado hotel 4 estrelas, quando indagada se havia algum diferencial no serviço do hotel, para cliente da terceira idade, ela me surpreendeu com a seguinte resposta: "Para idoso? Temos sim! Há quarto para deficiente no hotel!"

Você acredita nisso? Que uma recepcionista, de hotel 4 estrelas, enxergue no idoso um deficiente? Pare e pense se não é necessário repensar valores e investir na conscientização e treinamento dos diversos profissionais?

Na minha opinião, deveriam refletir sobre este assunto os empresários que pretendem atrair e cativar o cliente da terceira idade fazendo com que ele retorne ou pelo menos indique o lugar visitado.

Boa viagem e prefira a baixa temporada Replica Bell & Ross!!


6 pessoas gostaram

Referências

Cecilia Slikta
http://idoso-e-cotidiano.blogspot.com/